Terça, 16 de janeiro de 201816/1/2018
43 3037-1240
Nublado
20º
22º
26º
Londrina - PR
Erro ao processar!
Sorria Contra o Câncer
RESPONSABILIDADE SOCIAL
Boeing fortalece programas do terceiro setor em 50 países
Em 2018, a Boeing irá direcionar US$ 167 milhões a entidades sem fins lucrativos de 50 países. O programa de fomento ao terceiro setor da fabricante, denominado Cidadania Corporativa, direciona aportes financeiros a mais de 500 organizações – para ONGs brasileiras, o valor será de R$ 1 milhão.
Marcio Demari Londrina - PR
Postada em 20/11/2017 ás 15h08
Boeing fortalece programas do terceiro setor em 50 países

O investimento planejado da Boeing para o Cidadania Corporativa em 2018 é de US$ 50 milhões.

Em 2018, a Boeing irá direcionar US$ 167 milhões a entidades sem fins lucrativos de 50 países. O programa de fomento ao terceiro setor da fabricante, denominado Cidadania Corporativa, direciona aportes financeiros a mais de 500 organizações – para ONGs brasileiras, o valor será de R$ 1 milhão.

"Nossa aspiração é ter um dos melhores desempenhos em todas as áreas do nosso negócio, e isso inclui uma posição de liderança nas comunidades onde nossos colaboradores e seus familiares vivem e trabalham", diz o presidente e CEO da Boeing, Dennis Muilenburg.

O investimento planejado da Boeing para o Cidadania Corporativa em 2018 é de US$ 50 milhões. Outros US$ 117 milhões foram antecipados pela própria empresa e seus colaboradores. “Ao unir a habilidade e paixão de nossos companheiros de equipe à nossa rede de parceiros e acesso a recursos financeiros, conseguimos inspirar idealizadores e agentes do futuro a promover mudanças positivas e duradouras em diferentes comunidades ao redor do mundo", comenta o executivo.

Voltado para a capacitação de professores, o programa STEM Brasil, da Worldfund, é um dos principais projetos beneficiados no Brasil. STEM, que na sigla em inglês significa Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, promove a aplicação do método em salas de aula – já são mais de 4 mil professores treinados em 500 escolas do ensino público.

“Ao apoiar projetos locais, focamos na formação da mão de obra do futuro e impulsionamos o desenvolvimento contínuo da indústria aeronáutica brasileira”, explica a presidente da Boeing para a América Latina, Donna Hrinak. Em países latino-americanos, ao longo de 2016, o programa da Boeing fortaleceu projetos que, juntos, impactaram 34 mil estudantes de mais de 650 escolas.


 
FONTE: Panrotas
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
319