Sábado, 22 de setembro de 201822/9/2018
43 3037-1240
Parcialmente nublado
17º
20º
29º
Brasilia - DF
Erro ao processar!
Sorria Contra o Câncer
EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE
Banco Mundial liberará US$ 250 mi para Brasil fazer reforma do Ensino Médio
Cerca de 2,4 milhões de estudantes serão beneficiados pelo primeiro Programa para Resultados do Banco Mundial em parceria com o governo do Brasil. Organismo financeiro investirá 250 milhões de dólares para ajudar o país a realizar a reforma do Ensino Médio.
Marcio Demari Londrina - PR
Postada em 05/01/2018 ás 21h21
Banco Mundial liberará US$ 250 mi para Brasil fazer reforma do Ensino Médio

Estudantes prestam vestibular para entrar na Universidade de Brasília. Foto: Agência Brasil

Cerca de 2,4 milhões de estudantes serão beneficiados pelo primeiro Programa para Resultados do Banco Mundial em parceria com o governo do Brasil. Organismo financeiro investirá 250 milhões de dólares para ajudar o país a realizar a reforma do Ensino Médio.


O projeto combinará dois instrumentos de financiamento: um mecanismo baseado em resultados que desembolsará até 221 milhões de dólares de acordo com os avanços educacionais identificados, com foco na equidade regional e socioeconômica; e uma assistência técnica no valor de 29 milhões de dólares. O programa apoiará as 27 secretarias estaduais de educação na implementação do Novo Ensino Médio.


“A reforma do Ensino médio é a mudança mais estrutural e relevante na educação pública e privada do Brasil das últimas duas décadas e promoverá uma ação transformadora, principalmente para os estudantes mais pobres”, afirma o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho.


“O Novo Ensino Médio vai tornar a escola mais atraente com currículo flexível e articulado com o ensino técnico-profissionalizante e a qualificação. Com isso, possibilitará ao aluno escolher áreas de formação e aprofundamento de acordo com seu projeto de vida”, acrescenta o chefe da pasta.


Para o dirigente, “a nova arquitetura do Ensino Médio brasileiro dará mais liberdade às redes de ensino e escolas para desenvolver as competências básicas requeridas pela base nacional comum curricular”. “Essas medidas são fundamentais para corrigir as desigualdades existentes no sistema educacional e para melhorar o desempenho do país nos indicadores de educação.”


Segundo o Banco Mundial, apesar dos notáveis ​​progressos alcançados no acesso ao Ensino Médio nas últimas duas décadas, a qualidade da educação no Brasil ainda está atrasada em relação a outros países da América Latina e do Caribe. O Ensino Médio no Brasil é caracterizado por baixa eficiência interna, elevadas taxas de distorção idade-série, um dos mais altos índices de repetência e alguns dos menores indicadores de conclusão na região.


“Temos orgulho de apoiar essa reforma educacional histórica no Brasil”, afirma o diretor do Banco Mundial no Brasil, Martin Raiser. “A reforma ajudará a reduzir as desigualdades existentes nos resultados educacionais e a construir o capital humano necessário para o crescimento inclusivo.”


O Banco apoiará a implementação da reforma do Ensino Médio para atingir seus dois principais objetivos: proporcionar flexibilidade ao novo currículo baseado em competências, complementadas por itinerários formativos (linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou formação técnica e profissional); e aumentar a carga horária de quatro para cinco horas por dia.


Na avaliação do organismo financeiro, ambas as mudanças visam promover a diversificação do currículo, o desenvolvimento de competências-chave e, consequentemente, diminuir as taxas de abandono e repetência, tornando o Ensino Médio mais relevante e atraente para os jovens brasileiros.


Entre os resultados esperados pelo programa, estão a implementação do Novo Ensino Médio, com equidade regional e socioeconômica; melhorias na qualidade e relevância do aprendizado no Ensino Médio; o aumento das taxas de conclusão escolar; e maior produtividade em prol do crescimento sustentável.

FONTE: Banco Mundial
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
3.330

Publicidade

Médicos Sem Fronteiras (MSF)
Facebook

Publicidade

TELETON 2017

Publicidade

Unicef Brasil
Mais lidas do mês

Publicidade

objetivos do desenvolvimento sustentável
Enquete
Voce já fez doação em dinheiro para alguma instituição, como?

Fez doação via Internet?
27 votos - 22.5%

Fez doação presencial?
19 votos - 15.8%

Fez doação comprando algum produto?
19 votos - 15.8%

Fez doação via postos de coleta?
19 votos - 15.8%

Fez doação via telefone?
18 votos - 15.0%

Fez doação via carnê?
18 votos - 15.0%