domingo, 27 de maio de 201827/5/2018
43 3037-1240
Céu limpo
14º
14º
23º
Brasilia - DF
Erro ao processar!
Sorria Contra o Câncer
VOLUNTARIADO
Voluntários de Florianópolis organizam missão humanitária na Guiné-Bissau
Projeto Resgate pretende atuar no combate à malária, doença que mata 500 mil pessoas por ano no continente africano.
Marcio Demari Londrina - PR
Postada em 12/01/2018 ás 00h07 - atualizada em 12/01/2018 ás 00h26
Voluntários de Florianópolis organizam missão humanitária na Guiné-Bissau

Voluntários de Florianópolis organizam missão humanitária na Guiné-Bissau

Um grupo de voluntários organiza missão humanitária na Guiné-Bissau, na África. "Projeto Resgate" pretende atuar no combate à malária, doença que mata 500 mil pessoas por ano no continente africano, conforme mostrou o Jornal do Almoço.


Para realizar a missão, o grupo está arrecadando doações e vendendo camisetas nas redes sociais. As doações são para compra dos kits para tratamento e diagnóstico da malária. A ideia do projeto é levar para a África mil kits.


Cada voluntário é responsável por pagar sua passagem e alimentação durante os 16 dias que ficarão em Guiné-Bissau. A comitiva parte no final de janeiro com três médicos, dois estudantes de medicina, um dentista e voluntários.


"Agora em 1º de fevereiro chegamos em Guiné-Bissau para essa ação de saúde de combate à malária. A gente vai também para fazer um diagnóstico das principais necessidades da região e nos próximos anos conseguir agir em outras áreas também" disse Bruno Becker, coordenador do projeto.


Faz cinco anos que a missão dos voluntários do Projeto Resgate é salvar vidas, de quem foi parar nas ruas ou dar esperança para crianças quem vivem em comunidades dominadas pela criminalidade e pobreza em Florianópolis. Para 2018 esse trabalho ganhou um novo desafio, a quase cinco mil quilômetros do Brasil. 


Apoio


Para estrututar a missão, o Projeto Resgate contou com um parceiro importante. O Instituto Vilson Groh, do padre Vilson, que há bastante tempo já tem ações humanitárias na África.


"Uma ação na África é uma ação para nós mesmos, porque quando eu faço para o outro estou fazendo pra mim, quando faço para melhorar esse planeta é para o conjunto", declarou o padre Vilson.


Para saber como ajudar no projeto você pode conferir as informações no site http://www.redeivg.org.br/contato

FONTE: G1
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
19.020

Publicidade

Médicos Sem Fronteiras (MSF)
Facebook

Publicidade

TELETON 2017

Publicidade

Unicef Brasil

Publicidade

objetivos do desenvolvimento sustentável
Enquete
Voce já fez doação em dinheiro para alguma instituição, como?

Fez doação via Internet?
25 votos - 32.9%

Fez doação via postos de coleta?
11 votos - 14.5%

Fez doação via telefone?
10 votos - 13.2%

Fez doação via carnê?
10 votos - 13.2%

Fez doação presencial?
10 votos - 13.2%

Fez doação comprando algum produto?
10 votos - 13.2%