Terça, 10 de dezembro de 201910/12/2019
Erro ao processar!
Erro ao processar!
Parceiros Voluntários
CIDADANIA
Jovens de Ribeirão das Neves fazem Mapeamento do Perfil Profissional (Profiling)
Cintia Erondina Figueiredo Dias, coordenadora do Projeto Preparando o Futuro-Nucleo Minas Caixa, explica que o Profiling é um método de aplicação para seleção de pessoas para o mercado de trabalho.
Marcio Demari Florianópolis - SC
Postada em 09/08/2019 ás 15h33 - atualizada em 12/08/2019 ás 14h54
Jovens de Ribeirão das Neves fazem Mapeamento do Perfil Profissional (Profiling)

Jovens de Ribeirão das Neves fazem Mapeamento do Perfil Profissional (Profiling)

Jovens com idades entre 15 a 22 anos, de Ribeirão das Neves, (MG), que são atendidos pelas Comunidades Kolping Nossa Senhora da Paz e Comunidade Kolping Nossa Senhora do Carmo, fazem nesta sexta-feira e sábado, dias 9 e 10 de agosto e no dia 17 de agosto, o Mapeamento do Perfil Profissional (Profiling).  A maioria dos jovens que serão atendidos nessa ação está em situação de pobreza e em vulnerabilidade social e não teriam condições de fazer esse mapeamento na área privada.


Cintia Erondina Figueiredo Dias, coordenadora do Projeto Preparando o Futuro-Nucleo Minas Caixa, explica que o Profiling é um método de aplicação para seleção de pessoas para o mercado de trabalho. “É uma metodologia inovadora que proporciona resultados específicos, que trazem excelentes retornos para o jovem que será encaminhado para o cargo correto”, acrescenta. Esse mapeamento equivale a uma orientação profissional e os custos para realizá-lo são altos e esses jovens terão a oportunidade de fazê-lo gratuitamente.


Serão aplicados provas matemática, português e conhecimentos gerais.  Contudo, esses jovens serão avaliados não só em disciplinas escolares, mas também em habilidades extraclasse e foram selecionados a partir da leitura das educadoras social da entidade, que observaram quem teria perfil para o processo.  “O Profiling serve até mesmo como exemplo para entrevista do primeiro emprego”, ressalta Leyla Karen Rodrigues de Souza, educadora da Kolping.


Serão feitos ainda testes de memorização, concentração e velocidade, onde serão consideradas as possibilidades e fraquezas de cada um dos jovens para verificar se eles possuem habilidades para trabalhar na área administrativa.  “É o momento que o jovem pode se conhecer melhor, enquanto profissional da área administrativa”, explica Izabella Cristina Teixeira Tavares, coordenadora de projetos sociais da Kolping Santinho.   


Como a ação terá duração de três dias inteiros, os jovens ainda terão acesso á alimentação completa, ou seja, café da manhã, almoço, lanche da tarde, além de todo o material do curso, de camisa e certificado. 


Além da Kolping Santinho, o Profiling já foi aplicado para jovens das Comunidades Padre Teodoro da Vila Belém e Minas Caixas. Essa aplicação só foi possível porque as educadoras da Kolping fizeram um curso de formação em São Paulo. Esse curso é desenvolvido pela Beruflichen Fortbildungszentren der Bayerischen Wirtschaft GmbH, divisão internacional da maior instituição e locação de mão de obra da Alemanha.


Assessoria: Sandra Mara / [email protected]

FONTE: Assessoria
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
14.834